sexta-feira, outubro 5

A hipocrisia dum velho chéché

Não quero ser desrespeitador, mas a avançada idade do ex vôvô da Fernanda não pode justificar tudo

Mas haverá alguém neste país que não sente vómitos de ler/ouvir estas palavras vindas de quem vem?


O maior responsável por tudo o que de mais negativo existe no futebol português


Esta espécie de rei saloio e pai do provincianismo complexado a tentar passar a imagem de pacificador


O maior cancro do desporto em Portugal a apelar à paz


Nem quero acreditar que o velhinho borrou as calças com a denuncia anónima...


Só espero e desejo que no próximo domingo todos os que forem ao Estádio da Luz mostrem ao desgastado dirigente azul e bronco que ele conseguiu mesmo transformar o desporto em Portugal numa vergonhosa guerra, onde o SLB é o alvo a abater.

terça-feira, setembro 25

Deliberação da ERC sobre os ladrões/receptores de correio electrónico



Aproveitando o trabalho do blogue Papoila Saltitante, deixo aqui a deliberação da Entidade Reguladora para a Comunicação Social em relação à queixa que o SLB apresentou contra os fdgp que roubaram e/ou divulgaram a correspondência electrónica. O documento na íntegra pode se lido aqui.

Fiquem com alguns excertos parta terem uma ideia desta mesma deliberação:

"105. O confronto entre as "versões" das mensagens em questão torna patente a leitura criteriosamente truncada e a interpretação descontextualizada que das mesmas foi feita por parte de Francisco José Marques e acriticamente aceite, reiterada e desenvolvida pelos demais intervenientes no programa "Universo Porto - da Bancada".
106. De facto, são deliberadamente omitidas frases inteiras e segmentos de frases cujo teor admitiria - como admite - uma interpretação diferente e mesmo diametralmente oposta à artificiosamente criada por Francisco José Marques.
107. Mais ainda: partindo de uma tão peculiar leitura e interpretação de tais excertos de mensagens (ou alegadas mensagens), Francisco José Marques e os seus demais colegas de programa permitem-se designadamente inferir a existência de «um esquema de corrupção para beneficiar o Benfica», em resultado de "dados irrefutáveis" que existiriam nesse sentido.
108. Exemplos como o ora referido autorizam a conclusão de que o programa "Universo Porto - da Bancada" constituiu um veículo privilegiado de devassa de comunicações (ou de supostas comunicações) privadas, cujo teor e sentido foi, ao menos em certos casos, deliberadamente distorcido, por forma a servir uma narrativa pré-concebida, traduzida num conjunto de afirmações, insinuações e acusações de enorme gravidade, e da qual se encontrava arredado qualquer propósito sério de informar (ou de salvaguarda de uma denominada "verdade desportiva").
110. Inclusive, uma tal narrativa chegou em certas ocasiões a atingir contornos burlescos, servindo não já para denunciar alegados crimes mas apenas para tentar achincalhar as pessoas que surgem como intervenientes nas mensagens.
112. É de igual modo patente a busca de sensacionalismo concretizada - num programa de cariz informativo - por via de uma prática folhetinesca assente na divulgação reiterada, parcial e seriada de documentação privada, acompanhada da promessa de "novas revelações", e que, através de interpretação não neutra, introduz uma sua leitura interpretativa, junto dos telespectadores, susceptível de insinuação criminal.
203. A exposição e interpretação dos emails coloca o foco apenas em alguns excertos, quando outros são praticamente ignorados e não problematizados neste programa do Porto Canal. O destaque dado a alguns excertos contrasta com a manipulação do conteúdo original dos emails através da ocultação de alguns excertos, que não foram lidos nem considerados na análise realizada por Francisco José Marques (Pontos 43 a 60).
207. Para além da ocultação de excertos, existe ainda uma parte de um email que é colocado num outro email. Isto é, ao conteúdo do email enviado por Adão Mendes, a 28 de janeiro de 2014, é adicionado um excerto de um outro email (Pontos 49 e 50).
209. Ao longo do programa, estabelece-se uma tese de um “domínio total” do Sport Lisboa e Benfica sobre o futebol e sobre as mais variadas esferas do social, que desemboca numa espécie de exercício de “nós” contra “eles” (criticas ao Sport Lisboa e Benfica, por oposição ao Futebol Clube do Porto), através de generalizações sem base factual e sem que a moderação do programa solicite o devido enquadramento e contextualização factual (...)."

Assim até parece fácil desmascarar esta escumalha nojenta e complexada. Mas apesar de dar confiança, ainda estaremos longe, bem longe que se faça a verdadeira justiça neste caso, assim como noutros. Vamos vendo e vamos fazendo a nossa parte.

domingo, setembro 23

Para que não lhes falte nada...

Naquela que foi mais uma prova inequívoca de que o SLB manda nisto tudo, foram escolhidos para o jogo de ontem do clubeco regional de andrades corruptos um árbitro e um VAR portistas e da AF Porto.


Esta é a sina do clube frutado... não jogam uma merda, tiveram esta semana um jogo contra o último classificado do campeonato alemão e mais do que nunca precisam das habituais e eternas ajudas dos árbitros e VAR desta vida.

Além dum golo anulado ao Setúbal pelo VAR, houve isto (imagens sacadas daqui):



Dois lances muito idênticos, dois lances que naturalmente deveriam resultar em livre directo e expulsão, mas que não deu nem uma coisa nem outra. Sim, é verdade! Nem o portista que estava com o apito nem o portista que estava no VAR assinalaram estes lances como deveriam. Acho que nem nos tempos do apito dourado estes roubos azulados eram tão flagrantes...
E siga com mais três pontos oferecidos! Por isso a maior parte dos portistas tem uma cara de merda... é ao que lhes sabe estas vitórias à fóculporto.

PS.- Então nenhum jornaleiro amestrado deste país teve coragem de perguntar ao Sérgio Coacção o que ele acha do anti jogo?
Ou o treinador do Setúbal respondeu por ele:

"FC Porto a queimar tempo: "Fizemos um jogo, dividimos o jogo com o FC Porto e criámos as mesmas situações de golo. Toda a gente viu o pontapé de Felipe sobre Hildeberto. Fizemos um jogo de qualidade e caráter, foi pena não termos tirado dividendos do jogo contra um adversário forte, com poderio, mas alguns jogadores do FC Porto viram cartão amarelo por atrasar o ritmo do jogo, o que nós nunca fizemos.""

quinta-feira, setembro 13

Dr. Zé Meirim e o mundo à parte.

Foi hoje capa dum desses jornalecos uma entrevista com o Dr. Zé Meirim:


Ser no jornal em causa é pura coincidência...
Dos destaques dessa mesma entrevista que foram trazidos para tema de capa, destaca-se o que realmente interessa:


Não querendo acreditar que o Dr. Meirim seja parvo ao ponto de pensar que consegue fazer de todos os outros parvos, isto é uma verdadeira declaração que alguns vivem num mundo à parte, em especial no que à justiça diz respeito.
Sim, é a derradeira confirmação!
Neste futebolzinho tuga, o presidente do Conselho de Disciplina acabou de dizer que a justiça não é igual para todos.
Por isso nem se coloca em causa que os clubes seguintes justifiquem castigos por causa das suas claques (imagens sacadas daqui):

Estoril - clube frutado





Sporting Cashball Lisbon - SLB




Clube frutado - SLB



Meus caros, aqui o Dr. Meirim não deixa dúvidas a ninguém!
Ao não explicar porquê que os casos do Benfica (e do Braga e Paços) justificam castigo e estes exemplos que aqui deixei não justificam nada, é o assumir que ele se está pouco cagando para o que os outros pensam, está-se pouco cagando para que o país inteiro conheça estas imagens e estes casos, está-se pouco cagando que seja uma dualidade de critérios vergonhosa e flagrante.
Está-se tão a cagar para o resto que nem pensar em dar uma justificação para isto, por mais esfarrapada que fosse.
Para mim é quase inimaginável que o SLB venha mesmo a ser obrigado a jogar à porta fechada, mas se tal acontecer deixarei aqui o que faria se dirigisse o Clube.

quarta-feira, setembro 5

Benfica sem competir por um período de 6 meses a 3 anos? Força nisso, quero ver essa coragem.

Quero ver até que ponto estes fdgp levam isto até ás últimas consequências:

Sou só eu que tenho uma parte que adorava ver este futebolzinho tuga sem o SLB?
Como seriam esses estádios? Como seriam esses jornais? Como seriam esses programas de tv? Como seriam esses canais desportivos? Quantos sobreviventes sobrariam? Tenham cuidado com o que desejam!

E como há quem pense que neste país são todos atrasados mentais como os dragartos, querem punir desportivamente um clube porque um funcionário desse clube ofereceu uma camisola e um bilhete a um funcionário de tribunal para saber em que ponto estão os processos onde esse clube foi vítima de roubo de correspondência informática (é bom não esquecer este pequeno pormenor!)

Um clube andar anos e anos a oferecer putas a árbitros (disfarçadas de "fruta de dormir"), pagar viagens a árbitros, com o presidente desse mesmo clube a receber árbitros em sua própria casa, etc, resultou num castigo de retirar 6 pontos a esse mesmo clube num ano em que acabou com mais de 20 pontos sobre quem o perseguia. Porra, que loucura!
O vice presidente de um clube depositar 2000 euros na conta bancária de um árbitro é coisa que não tem nada a ver com esse clube. Era uma cena pessoal desse vice presidente.
E um clube transferir dinheiro para outro no intervalo dum jogo em que perdia e depois acabou por ganhar de forma vergonhosa? Nada para ver aqui... siga!
Cashball?!? Deve ter sido um sonho que tive onde alguém (sim, alguém deu a cara, não foi uma qualquer denuncia anónima) assumiu ter comprado jogadores adversários para benefício do seu clube. Mas não oiço/leio ninguém pedir meses e anos sem esse clube competir.
Alguém sabe por onde anda o Geraldes? Então a PJ encontra um armário com 60 mil euros lá dentro no seu gabinete, e o clube que lhe paga nem sequer é notificado de nada? Também era uma cena pessoal?
E o ladrãozeco de correspondência electrónica, o não-sei-quê-Marques? A impunidade quer dizer que se pode roubar e publicar o roubo que nada lhe acontece? Nem ao clube que lhe paga?!?

É só comparar estes casos e o impacto que os mesmo tiveram na verdade desportiva para se perceber até onde vai a integridade e a cara podre deste MP.

Tenham tomates e acabem de vez com o ENORME BENFICA, que eu fico sentadinho a ver o que acontece ao futebol (em geral, e ao desporto em particular) no nosso país.

sexta-feira, agosto 31

O dia em que o futebol português morreu mais um bocadinho...

A ser verdade isto:


A justificação dada na mesma notícia é esta: "claques ilegais".
E pronto. Está justificado. Não fala em agressões, em ameaças, em invasões, nada!

Depois basta puxar um pouco pela cabeça para nos lembrarmos disto:

- adeptos identificados (e provavelmente legalizados) ameaçam árbitros


- adeptos identificados (e provavelmente legalizados) invadem relvado porque lhes apeteceu, porque estavam a perder, porque vivem num mundo à parte



- adepto identificado (se calhar nem é legalizado, se calhar é só um frustrado) invade e agride jogador de equipa adversária



Nada disto serviu para se fazerem jogos à porta fechada.
Mesmo quando neste último caso a lei é absolutamente clara:


Como todos certamente se recordarão, em vez do jogo à porta fechada foi esta a punição:


Eu sinceramente espero bem que a decisão do jogo à porta fechada seja anulada. É que já não dá para aguentar tanta perseguição, tanta injustiça, tanta dualidade de critérios...
As incontáveis vezes que fomos alertando aqui neste blogue que o SLB (desde a direção a jogadores e treinadores, que nem deviam ter falado aos jornalistas depois daquela invasão para não ajudarem a branquear a mesma) não devia deixar varrer para debaixo do tapete aquela agressão e consequente punição de brincar. E agora?

Será que ainda há muito inocente/tapadinho que julga que esta merda não é uma guerra onde o BENFICA é o alvo a abater? Sim? Então quase que tenho pena de vocês... quase.

Aproveito também para deixar uma sugestão à direção do SLB: nos próximos jogos da Liga dos Campeões, além de convidarem os presidentes da Liga e Federação como forma de reconhecimento pelo esplendoroso trabalho que têm feito, convidem também esta maltinha do Instituto Português da Juventude. E como eles merecem esse convite...

domingo, agosto 26

A capacidade de serem vergonhosamente beneficiados e mesmo assim perderem.

É que assim, os árbitros e os VAR's desta vida, assim como quem os escolhe, já não sabe o que mais pode fazer para ajudar o clubeco regional de andrades corruptos.

Depois de tudo o que temos visto neste início de época, ontem houve mais um jogo em que se adivinhava mais uma vitória à foculporto, ou seja, com as habituais e imprescindíveis ajudas.
As ajudas não falharam:



Impecável!
Penalty flagrante a favor do Guimarães que foi ignorado, e segundo golo do clube frutado a ser validado de forma surreal apesar do mais que flagrante fora de jogo. Agora a sério, esta merda custa alguma coisa?
A falta de vergonha desta gente atinge máximos históricos!
Com o objectivo de levar este clube ao colo nas suas vitórias merdosas e forjadas, estes fdgp não querem saber se o país inteiro vê estes roubos, não querem saber se agora existe uma cena chamada VAR que deve intervir quando os árbitros de campo não conseguem/querem ver determinados lances, nem sequer querem saber que talvez devessem ser um pouco mais discretos. Nada!
E depois chegam ao ponto de ter cara podre para dizerem que o VAR teve falhas no estádio do ladrão dragão logo no período em que aconteceram aqueles lances (ver aqui)?!? Mas que coincidência! Que sentido de oportunidade! Que giro!


Acho que o SLB deve pensar bem, pensar muito bem mesmo, se vale a pena investir na sua equipa de futebol...

domingo, agosto 19

O VAR em Alvalade é como a contagem de espectadores

Há ali qualquer coisa que não funciona muito bem...

Os problemas em contar o número de espectadores são flagrantes:



Já está! Acabamos de acrescentar mais 4 mil pessoas só porque sim.
Espero bem que essas 4 mil pessoas acrescentadas à pressa tenham visto isto:


Inacreditável como o VAR não intervém neste lance... Assim é fácil.
Estão ou não estão a ficar cada vez mais parecidos com os amigos corruptos azuis? Aldrabar a assistência no estádio e ganhar com ajuda dos árbitros/VAR. Dragartos power!!!

PS.- A propósito do clube dos depósitos, partilho aqui uma frase que encontrei por essa net e que merece ser partilhada por todos porque resume este futebolzinho:

"O silêncio do sporting do lumiar e dos seus adeptos ao lance do Brahimi é muito revelador. Em Portugal, há o Benfica e depois há os outros.
Se acontece algo no Benfica, gritam todos. Se acontece algo nos outros, grita apenas o Benfica."

quinta-feira, agosto 16

Para início de temporada não está nada mau...

Nada mau mesmo!

Na supertaça (aka troféu José Pratas) foi assim:


Como não foi nada de especial:


Na primeira (e única) jornada do campeonato nacional disputada aconteceu isto:


Não houve nenhuma espécie de cartão, não houve intervenção do VAR, o árbitro fez umas festinhas ao agressor, e como (pelos vistos) não se passou absolutamente nada, esta imagem vista por todo o país só pode ter sido mesmo manipulada. Não me perguntem como.
Como ninguém fez nada apesar de todos terem visto tudo, o Sport Lisboa e Benfica foi obrigado a chamar a atenção e pedir a devida punição.
O resultado foi isto:


Custa alguma coisa?

Espero que neste momento já tenham sido enviados para o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e para o presidente da Liga de Futebol Profissional os devidos convites para estarem presentes na próxima terça feira, num lugar de destaque e honrado, na tribuna do Estádio da Luz para assistirem em grande estilo ao jogo do Playoff da Liga dos Campeões.

Como responsáveis pela organização das competições em Portugal eles mais do que merecem.

domingo, agosto 12

Uma liga onde há uma regra exclusiva para um clube.

Que a liga portuguesa é brutalmente original julgo que ninguém tem dúvidas: desde jogos interrompidos por invasões de adeptos, até árbitros ameaçados a apitarem jogos de quem os ameaçou, passando por treinadores que são expulsos mas que nem um dia de suspensão levam, este futebolzinho tuga não encontra paralelo em mais nenhum campeonato.

E confirmamos agora que dentro dessa originalidade, a liga portuguesa tem uma regra exclusiva para determinado clube, que é a possibilidade de durante um jogo qualquer jogador desse clube poder apertar o pescoço a um jogador adversário sem que nada aconteça.

Eu acho bem que se institucionalize essa regra, pois já dura há vários anos e pode levar as pessoas a pensar que esse clube está a ser beneficiado por não ter esses jogadores/estranguladores a serem punidos.

É só conferir o padrão das últimas épocas:






Ontem, na primeira jornada do campeonato, foi assim:


E pronto.
Os árbitros não têm nada que agir, os adversários não têm nada que reagir, e o VAR não tem nada que intervir. É uma regra, ponto final.
Mas não se esqueçam que é exclusiva para o clubeco regional de andrades corruptos, que só sabe ganhar assim, de forma forjada, com ajudas e a atropelar tudo e todos. Mesmo que aquelas vitórias saibam a merda eles não se importam pois não conhecem vitórias com outro sabor.!
Que mais ninguém de outro clube tenha ideias...