domingo, agosto 19

O VAR em Alvalade é como a contagem de espectadores

Há ali qualquer coisa que não funciona muito bem...

Os problemas em contar o número de espectadores são flagrantes:



Já está! Acabamos de acrescentar mais 4 mil pessoas só porque sim.
Espero bem que essas 4 mil pessoas acrescentadas à pressa tenham visto isto:


Inacreditável como o VAR não intervém neste lance... Assim é fácil.
Estão ou não estão a ficar cada vez mais parecidos com os amigos corruptos azuis? Aldrabar a assistência no estádio e ganhar com ajuda dos árbitros/VAR. Dragartos power!!!

PS.- A propósito do clube dos depósitos, partilho aqui uma frase que encontrei por essa net e que merece ser partilhada por todos porque resume este futebolzinho:

"O silêncio do sporting do lumiar e dos seus adeptos ao lance do Brahimi é muito revelador. Em Portugal, há o Benfica e depois há os outros.
Se acontece algo no Benfica, gritam todos. Se acontece algo nos outros, grita apenas o Benfica."

quinta-feira, agosto 16

Para início de temporada não está nada mau...

Nada mau mesmo!

Na supertaça (aka troféu José Pratas) foi assim:


Como não foi nada de especial:


Na primeira (e única) jornada do campeonato nacional disputada aconteceu isto:


Não houve nenhuma espécie de cartão, não houve intervenção do VAR, o árbitro fez umas festinhas ao agressor, e como (pelos vistos) não se passou absolutamente nada, esta imagem vista por todo o país só pode ter sido mesmo manipulada. Não me perguntem como.
Como ninguém fez nada apesar de todos terem visto tudo, o Sport Lisboa e Benfica foi obrigado a chamar a atenção e pedir a devida punição.
O resultado foi isto:


Custa alguma coisa?

Espero que neste momento já tenham sido enviados para o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e para o presidente da Liga de Futebol Profissional os devidos convites para estarem presentes na próxima terça feira, num lugar de destaque e honrado, na tribuna do Estádio da Luz para assistirem em grande estilo ao jogo do Playoff da Liga dos Campeões.

Como responsáveis pela organização das competições em Portugal eles mais do que merecem.

domingo, agosto 12

Uma liga onde há uma regra exclusiva para um clube.

Que a liga portuguesa é brutalmente original julgo que ninguém tem dúvidas: desde jogos interrompidos por invasões de adeptos, até árbitros ameaçados a apitarem jogos de quem os ameaçou, passando por treinadores que são expulsos mas que nem um dia de suspensão levam, este futebolzinho tuga não encontra paralelo em mais nenhum campeonato.

E confirmamos agora que dentro dessa originalidade, a liga portuguesa tem uma regra exclusiva para determinado clube, que é a possibilidade de durante um jogo qualquer jogador desse clube poder apertar o pescoço a um jogador adversário sem que nada aconteça.

Eu acho bem que se institucionalize essa regra, pois já dura há vários anos e pode levar as pessoas a pensar que esse clube está a ser beneficiado por não ter esses jogadores/estranguladores a serem punidos.

É só conferir o padrão das últimas épocas:






Ontem, na primeira jornada do campeonato, foi assim:


E pronto.
Os árbitros não têm nada que agir, os adversários não têm nada que reagir, e o VAR não tem nada que intervir. É uma regra, ponto final.
Mas não se esqueçam que é exclusiva para o clubeco regional de andrades corruptos, que só sabe ganhar assim, de forma forjada, com ajudas e a atropelar tudo e todos. Mesmo que aquelas vitórias saibam a merda eles não se importam pois não conhecem vitórias com outro sabor.!
Que mais ninguém de outro clube tenha ideias...

quinta-feira, agosto 9

Amanhã começa o campeonato português, e o cenário é este

- Treinador do Portimonense:


- Treinador do Guimarães:


- Treinador do Rio Ave:


- Treinador do Nacional:



- Treinador do zbording (se bem que aqui é um bocado indiferente pois o amor que os une é maior do que qualquer treinador):


- Presidente da Federação:


- Presidente da Liga:



O cenário está ou não está perfeitamente bem montado?
Mais uma vez, fica ou não fica provado que o SLB manda nesta merda toda?
Com quantos pontos de avanço é que alguns vão começar?
Quantos jogos deste campeonato serão menos competitivos do que alguns amigáveis?
Será que mesmo assim haverá jogos interrompidos vergonhosamente, adiados ilegalmente e comprados descaradamente?

E para que nada falte ao clube frutado, ainda temos esta verdadeira surpresa:


Assim está bem.
Felizmente o Sérgio Conceição Coacção foi expulso no primeiro jogo oficial da época cá em Portugal, e não num jogo do campeonato passado do México.

domingo, agosto 5

Começou a competição em Portugal

E começou como esperado, com a habitual equipa de "tudo bons rapazes" a fazer aquilo que melhor sabem: pressionar árbitros, ameaçá-los e coagi-los.
Aconteceu ontem no troféu José Pratas:





Inacreditável!
E o Sérgio Conceição Coacção, que dizem foi expulso, deve levar uma multazinha só para disfarçar, certo?
É o regresso anunciado dos saudoso anos 90.
São velhos hábitos que não só teimam em manter-se, assim como se mantém o hábito da impunidade.
Tempos modernos mas a mesma mentalidade de que vale tudo para vencer, que compensa ser arruaceiro, onde não há um pingo de vergonha.
Mais uma vitória à fóculporto, cheia de classe, com toques flagrantes da fina flor do entulho, a fazer corar de vergonha o mais ordinário e reles ser ao cimo da terra.

Viva o futebol tuga!!!

quinta-feira, agosto 2

Perguntas incómodas.

Finalmente!
Finalmente a direcção do Sport Lisboa e Benfica decidiu falar sobre o nojo em que este futebolzinho tuga está transformado.


Nem vou discutir se já vem tarde. Mais vale tarde do que nunca.
Nem vou discutir se deveria ter sido o presidente a falar. Foi o vice que vem logo a seguir na hierarquia.
Nem vou discutir se deveria ter sido em horário nobre em vez do meio da tarde. Conhecendo esta comunicação social, isso das horas é indiferente. Eles se querem esconder ou manipular fazem-no a qualquer hora.

O porta-voz desta conferência de imprensa foi o vice presidenet Varandas Fernandes, que depois de uma introdução onde falou sobre a formação, sobre as modalidades (brevemente), etc (podem ver aqui o que foi dito), falou então do imundo futebolzinho em Portugal. E fê-lo deixando uma série de questões altamente pertinentes, que deverão ser incómodas para quem tem a obrigação de responder. A menos que sejam tratadas como perguntas de retórica. Tudo é possível com esta gente!

"QUESTÕES

1.ª Qual o ponto de situação das investigações à invasão ao centro de treinos dos árbitros na Maia? Já passou tempo de mais sem os necessários esclarecimentos. Prevalecem as dúvidas e o caso parece esquecido, sob um manto de silêncio e opacidade. Nós não esquecemos.
2.ª Qual o ponto de situação sobre as queixas apresentadas por vários árbitros em relação às ameaças que sofreram e que também visaram as suas famílias e os seus bens? Também aqui um manto de silêncio cobre o caso.
3.ª Qual a explicação da Liga Portugal para que na época 2017/2018 não se tenham cumprido os regulamentos na realização da segunda parte do jogo Estoril-Futebol Clube do Porto? Para quem já se esqueceu – porque há quem queira fazer esquecer estas coisas –, o jogo foi retomado 37 dias depois. Nunca se percebeu esta decisão e, para que coisas como esta não se repitam, a Liga deve dar explicações.
4.ª Como se explica que o relatório de perícia feito pela Federação Portuguesa de Futebol, sobre a recente divulgação pública de contratos de jogadores do Sport Lisboa e Benfica, tenha sido publicado num blogue? O documento nunca foi recebido aqui no clube, pelo que é evidente que não foi no Benfica que a fuga teve origem.
5.ª Reconhecendo e assumindo a Liga Portugal e a Federação Portuguesa de Futebol a existência de fragilidades e falta de segurança no sistema de troca de correspondência sobre contratos que circulam entre os seus serviços, uma pergunta se impõe: porque será que só há fugas para a praça pública de contratos do Benfica, e sempre em blogues reconhecidamente associados a outros clubes? No mínimo, é coincidência a mais...
6.ª Como se justificam o silêncio e a total inação da Liga Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol diante do crime de acesso indevido e divulgação de correspondência privada por parte de um clube em relação a outro, seu concorrente direto nas competições que a Liga e a Federação gerem e regulamentam? Já existem decisões do Tribunal Administrativo do Porto e da Entidade Reguladora para a Comunicação Social sobre esta matéria. Este silêncio não se compreende e é insustentável, ainda mais quando se percebe que há quem queira prosseguir neste tipo de práticas."

E agora? Como fingirem que não foram feitas estas perguntas? Já falaram com os amigos jornaleiors para não fazer capas, nem fazerem perguntas sobre estas perguntas? Para tratar com total indiferença? Estou mesmo para ver...

Agora só espero que isto seja apenas o princípio por parte do SLB na defesa intransigente que se exige. Espero que isto mostre que atitudes patéticas como a do "deixá-los falar", da postura de não responder, do lirismo,etc, tenham definitivamente sido erradicadas do Clube. Espero sinceramente que isto signifique que finalmente todos já perceberam que infelizmente este futebolzinho está transformado numa guerra onde o BENFICA é o alvo a abater.

Agora que os próximos sejam os jornalistas deste país! Que sejam colocados no seu devido lugar. Que sejam responsabilizados pelo que dizem e fazem. Que não sejam perdoados aqueles que partilham crimes, como os que publicam roubos de correspondência electrónica.

E que logo a seguir (e por isto é que lá em cima disse que o Varandas Fernandes falou muito brevemente sobre as modalidades) sejam feitas as perguntas devidas sobre o Cashball. Ou é para ficar assim e continuar como se nada se tivesse passado?!?

A partir deste momento não pode haver volta atrás!
E o Glorioso SLB sabe que tem as maiores "costas quentes" deste país com a força dos seus verdadeiros adeptos.

quarta-feira, agosto 1

Aqui não há coincidências...

Em março passado, o boneco Sérgio Conceição, claramente em modo aziado, choramingou, fez queixinhas, ficou amuado e mostrou que tem tanto de mau carácter como de mal educado:



"O treinador do Futebol Clube do Porto, Sérgio Conceição, no final do jogo, recusou cumprimentar o treinador do Paços de Ferreira João Henriques, porque diz não aceitar o anti-jogo realizado pela equipa da casa."


Pois bem, como neste futebolzinho tuga não há coincidências, e como a cada dia que passa é provado que o SLB manda nisto tudo, ontem houve reunião da arbitragem onde foram discutidos vários pontos, onde houve algumas alterações aos regulamentos, reajuste de regras, etc. A propósito dessa reunião determinado jornal dá o destaque merecido (na óptica deles, claro) a um desses pontos:


Em cheio!
Desde que me lembro de ver futebol que sempre existiu antijogo em determinados jogos. O próprio SLB sofreu e sofre com isto. O boneco Sérgio Conceição, se tivesse um modo inteligente lembrar-se-ia que ele próprio incentivou o antijogo quando treinava outros clubes.
Mas como houve aquele circo todo só porque perderam contra o Paços, eis que a máquina de propaganda azul corrupta trata logo de pôr todos em sentido, ou seja, que ninguém se atreva a queimar tempo contra o clube da fruta!

Preocuparem-se com adeptos que invadem o relvado para agredir jogadores da equipa adversária, preocuparem-se com árbitros ameaçados de morte e que mesmo assim continuam a apitar (e beneficiar) quem os ameaçou, preocuparem-se com jogos interrompidos ao intervalo por adeptos da equipa que perdia, com jogos reatados mês e meio depois, com transferências de 700 mil euros no intervalo de jogos, nada, está quieto. Só se algum dia um adepto invada o relvado para agredir um jogador do fóculporto. Só se algum dia quem ameaçar um árbitro de morte sejam adeptos do SLB e esse árbitro continuar a apitar (e beneficiar) o SLB. Só se algum dia forem adeptos do SLB a interromper jogos quando estão a perder, etc.
Valerá mesmo a pena disputar este campeonato?

sexta-feira, julho 27

Mbemba, o novo Leandro Lima?!?

Este tipo de casos acontecerem com este tipo de clube é apenas coincidência...


"Mbemba foi registado pelos dois primeiros clubes que representou no Congo como tendo nascido em 1988, mas aparece como nascido em 1991 noutra certidão submetida pela seleção congolesa, aquando da participação numa fase de qualificação para a Taça das Nações Africanas."



E depois é isto:


hahaha, a cara de frete da senhora que empurra o rapazola que festeja o seu aniversário quatro vezes por ano não tem preço!

Agora compare-se este caso (no mínimo confuso) com isto:


"Está esclarecido o motivo da partida de Leandro Lima para o Brasil: há fortes suspeitas de que a sua idade não corresponda àquela que indica a sua data nascimento como sendo o dia 19 de Dezembro de 1987. Leandrinho, como é conhecido, pode afinal ser "Leandrão" num caso que os brasileiros costumam catalogar de "gato". A Record, a sua mãe respondeu assim quando recebeu o nosso telefonema: "Quantos anos tem Leandro? O meu Leandrinho? Nem sei, moço, eu sou analfabeta."
As dúvidas são mais do que muitas e Leandro Lima está impedido de sair do Brasil, sob pena de cometer o crime de identidade. Com o jogador retido enquanto não houver um esclarecimento definitivo sobre o caso, os dragões aguardam pela conclusão de um processo ao qual alegam ser alheios."
Este era o tal que o tratavam por Leandrinho, até perceberem que era um Leandrão. Nem a mãe sabia a idade dele, hahahaha.

Não sei se o Mbemba já foi para o registo de bicicleta, mas se de facto fez batota na idade, então chegou ao clube certo, um clube corrupto de batoteiros e complexados.

quarta-feira, julho 25

Será da fruta?

Nos últimos dias temos tomado conhecimento duma série de jogadores que pura e simplesmente não querem jogar no clubeco regional de andrades corruptos.
Foi o Marega:


Depois foi a rábula inacreditável dos dois jogadores do Portimonense fóculporto B - o Ewerton e o Paulinho


hehehe, este futebolzinho tuga é demais! Afinal não foi o clube da fruta que não tinha dinheiro para pagar aos jogadores. Os jogadores é que não quiseram ficar. Normalíssimo, claro...

Este que eu nunca ouvi falar também quer dar a fuga:


Afinal quem é que quer jogar ali?
Eu pessoalmente vejo estas vontades de sair de forma muito simples e racional: são jogadores que querem procurar ganhar com mérito, sem ajudas de árbitros que foram ameaçados, sem jogos interrompidos ao intervalo e que são reatados mês e meio depois (com uma transferência de 700 mil euros pelo meio), sem clubes satélites a abrir as pernas, etc.
Há que respeitar quem pensa assim.

domingo, julho 22

Não se passou mesmo nada, é isso?

No passado mês de maio um tal de Paulo Silva falava em "fraude das modalidades" no clube dos depósitos:





Ou seja, estamos perante alguém que dá a cara para falar e denunciar situações de suborno. Não estamos a falar de denúncias anónimas que qualquer um pode fazer.
São várias páginas a desmontar e explicar detalhadamente o processo de corrupção usado para que se forjasse o título de campeão nacional de andebol da época 2016/2017.
Entretanto o campeonato 2017/2018 dessa mesma modalidade terminou com o mesmo vencedor, e certamente com os mesmos esquemas que conduziram ao título anterior.
Os dias foram passando, o esquema de corrupção tão pormenorizadamente descrito desapareceu da opinião pública, o denunciante nunca mais se ouviu, e tudo continua como se nada se tivesse passado.
Na sexta feira passada foi sorteado o calendário para a nova época do andebol:


E siga!
É como se não tivesse havido denuncia nenhuma, como se não tivesse havido nenhuma investigação, como se tivesse sido tudo uma invenção.

Alguém acha mesmo que vale a pena o SLB investir nesta (e se calhar nas outras) modalidade? Ou bastará seguir o esquema?!? E nem é preciso fazê-lo às escondidas, pois aparentemente é tudo legal.
Mas não digam nada a ninguém para não levantar ondas...